Tiragem Asas de Borboleta

A arte de comparar...

Comparar é tão inerente ao ser humano que se torna praticamente instintivo. Na nossa vida não rara é a vez em que nos deparamos com a necessidade de analisar dois lados comparando-os. Como se observássemos as asas de uma borboleta e tentássemos procurar as diferenças entre uma e outra.

As borboletas são insectos da ordem Lepidoptera e têm dois pares de asas membranosas cobertas de escamas, que apresentam formas e cores variadas. A característica mais assombrante destas asas é que, na maioria das vezes, funcionam como um espelho da esquerda para a direita e só olhares extremamente atentos conseguem encontrar diferenças subtis entre elas. O mesmo Acontece na nossa vida quando possuímos duas opções, nas mais variadas temáticas, e que à partida parecem-se com asas de borboleta: iguais, ou no mínimo similares.

Esta tiragem aproxima-nos detalhadamente de cada um dos lados, de cada uma das asas para que possamos fazer decisões mais focadas e elucidadas e sem que percamos os importantes detalhes que diferenciam os dois lados em análise.

Antes da tiragem pondere escrever num pedaço de papel o lado/decisão que estará em análise do lado da ‘asa’ esquerda da tiragem, proceda depois da mesma forma para a ‘asa’ direita e enquanto baralha concentre-se intensamente nos pontos que pretende analisar.

Comece a estender as cartas, da forma que habitualmente e intuitivamente costuma fazer, seguindo o posicionamento abaixo.

 

O significado das posições...
  1. O que está em Análise no Geral: Esta é a posição que mostra o que está em causa naquilo que vamos analisar e afecta os dois lados. Se analisa uma relação, uma resolução, uma parceria ou uma decisão esta posição indica o que, no todo, e seja que opção tomar, está em causa e interfere ambos os lados.
  2. A Perspectiva Geral desta Asa: Esta posição revela o que a opção esquerda representa em geral e significará para o consulente, no fundo oferecendo a perspectiva vista deste lado da borboleta.
  3. A Perspectiva Geral desta Asa: Esta posição revela o que a opção direita representa em geral e significará para o consulente, no fundo oferecendo a perspectiva vista deste lado da borboleta.
  4. Obstáculos desta Asa: Esta é a posição que mostra quais os obstáculos inerentes a esta decisão, a esta opção ou ao que quer que esteja inerente à asa esquerda.
  5. Condições Relevantes desta Asa: Esta posição revela-lhe detalhes, condições ou exigências que deverá ter para levar a bom porto esta asa. No fundo uma espécie de conselho.
  6. Obstáculos desta Asa: Esta é a posição que mostra quais os obstáculos inerentes a esta decisão, a esta opção ou ao que quer que esteja inerente à asa direita.
  7. Condições Relevantes desta Asa: Esta posição revela-lhe detalhes, condições ou exigências que deverá ter para levar a bom porto esta asa. No fundo uma espécie de conselho.

NOTA: As posições 4 a 7 deverão ser analisadas em conjunto com a posição 1, enquanto as 2 e 3 deverão ser vistas como independentes da interacção das outras posições.

 

Devia-se nascer velho, começar pela sabedoria, para decidir o destino.
Ana Blandiana

Deixar um comentário