O MUNDO, Vigésimo Primeiro Arcano Maior

20 Maio, 2015
por Alexa
A Lâmina

Chamam-lhe O Mundo (The World) ou O Universo em vários e diferentes baralhos. v

O Mundo, a vigésima primeira lâmina do Tarot, é o último Arcano Maior, completando assim a Jornada do Louco. Por esta razão, representa a conclusão de uma longa e por vezes, difícil viagem. É também símbolo da unificação de todos os elementos, de modo a ser possível se alcançar o sucesso e a satisfação derradeiros, pelos quais tanto se lutou.

A mensagem essencial por detrás desta lâmina é a felicidade através da integração – só após conseguirmos compreender as razões de todos os componentes, seremos capazes de atingir um sentimento de realização profunda. Neste sentido, é necessário também encontrarmos o nosso lugar no Mundo – descobrirmos o nosso propósito. Há, por isso, uma harmonia inerente derivada do equilíbrio dinâmico estabelecida entre todos estes aspectos. Com a consciencialização do Eu no Mundo, surge a necessidade de nos ligarmos com tudo o que nos rodeia, com o Universo. Esta conexão com o Todo possibilita empregarmos as capacidades e experiências que adquirimos ao longo desta viagem para o bem comum – para nos assimilarmos no Mundo, temos de nos dar ao Mundo.

Contudo, o Mundo não representa um término, mas um fim de um ciclo. Isto porque, depois deste arcano, voltamos de novo ao Arcano 0 ou XXII – o Louco.

A Jornada nunca realmente termina, porque, apesar de cumprirmos os nossos objectivos, as nossas missões, as nossas viagens ao chegarmos aqui, tornamo-nos conscientes de nós, do Universo, de tudo – e por isso, nos apercebemos que realização final não provém do sucesso da Jornada, mas da Jornada em si.

 

A Manifestação

O Mundo representa principalmente conclusão, cumprimento e realização. É o culminar de todos os seus esforços e da jornada em si. Pode traduzir um fim de um ciclo na sua vida, mas também relembra que após todas as dificuldades e desafios no caminho, saiu desta viagem com mais força, mais sabedoria e mais capacidades. Indica a conclusão de algum projecto prolongado, relacionamento, carreira ou período de vida num sentido mais lato ou mesmo o atingimento de sonho ou aspiração de longa data, de uma maneira em que o objectivo em mente foi cumprido e que a aprendizagem dessa fase está terminada. Tudo caiu no seu sítio devido, até nós mesmos, trazendo um sentido de realização derradeiro.

Por outro lado, este arcano simboliza a conquista de sucesso merecido e a sua celebração. Depois de tanto planeamento, trabalho e devoção, conseguiu atingir os seus objectivos e por isso, sente-se satisfeito consigo mesmo, não só pelos resultados físicos, mas também a um nível mais elevado – há uma certa iluminação etérea, um contentamento absoluto. O sucesso desta carta é quase espiritual desta forma, pois conseguiu alcançar um estado de conhecimento mais profundo e encontrar o seu propósito no mundo que o rodeia. Pode indicar uma fase da sua vida em que finalmente se apercebeu da importância das suas qualidades e o quanto já evoluiu desde o início das suas pequenas jornadas na vida. É uma fase de compreensão e realização plenas.

Pode ser também uma altura de integração no Todo. Ao darmos um passo atrás e compreendermos o funcionamento geral de um sistema, somos capazes de apercebermo-nos do nosso lugar e do impacto que causamos (e podemos causar) no bem comum. Deste modo, o Mundo pode sugerir que devemos nos envolver e contribuir mais para nossa comunidade. Pode revelar um desejo escondido de retribuir aos outros ou pode ser uma maneira de usarmos para o bem as nossas capacidades únicas, agora que conseguimos compreendê-las inteiramente. Este aspecto comunitário do Mundo implica uma realização mais espiritual e altruísta que faz parte da natureza humana, pois assim, poderá empregar a felicidade, o conhecimento e a experiência do fim deste ciclo da sua vida para orientar e ajudar os outros. Esta lâmina pode assinalar uma necessidade do consulente de sentir em união e totalidade com a espécie humana e por isso, a indispensabilidade de cultivar a sua ligação espiritual com o Mundo e todos os seres que nele habitam.

Por fim, num sentido mais físico, o Mundo pode representar uma viagem em torno do mundo ou para longe, para um sítio que nunca visitou. Podem ser umas férias merecidas, uma oportunidade de trabalho ou mesmo uma chance de estudar um semestre noutro país. Nesta situação, poderá adquirir imenso conhecimento sobre outras culturas, outros locais, outras pessoas e assim, expandir a sua consciência global. Vá para onde for, encontrará novas experiências e anfitriões hospitaleiros. Aproveite esta oportunidade!

As significâncias e simbologias

Na posição central desta lâmina, destaca-se uma mulher quase etérea, radiante, serena, transmitindo a sensação de realização e satisfação. O facto de estar semi-nua salienta a Natureza, a fisicalidade associada à condição humana; está no entanto parcialmente coberta por um xaile que parece enrolar-se suavemente à sua volta, simbolizando o equilíbrio delicado e inato neste estado de realização.

Nesta lâmina, há dois aspectos que nos remetem para o Arcano XII, o Pendurado. Primeiro, a perna cruzada sobre a outra que simboliza os dilemas da vida, mas, ao contrário do Pendurado na qual isso representa frustração e subsequentemente uma abdicação de controlo, aqui traduz um entendimento das nossas próprias limitações, de modo a conseguirmos usá-las para tomar controlo do Mundo em nossa volta. O segundo aspecto é o olhar fixo e pensativo da mulher, mas enquanto o Pendurado se foca no interior em busca de orientação espiritual, a figura aqui fita o exterior, pois já conquistou todas as suas batalhas internas e externas. Por estas razões, o Mundo é quase uma antítese do Pendurado.

A figura segura um bastão em cada mão, semelhante ao Arcano I, mas enquanto que o Mago segura apenas uma varinha como símbolo de poder e do Eu, esta mulher segura dois, o que nos indica equilíbrio das energias existentes (tanto o Yin, como o Yang), o uso desse poder para o bem de todos e a evolução desde o início da Jornada. Em volta dessa imagem central, vemos uma grande e verde coroa de louros, que é símbolo do sucesso, da vitória, da realização, dos frutos do trabalho. Esta grinalda está atada com duas fitas vermelhas em forma de lemniscata (vulgo, o símbolo do infinito), que transmite a eternidade do espírito humano atingida nesta lâmina, mas também a ideia do infindável ciclo que completamos e reiniciamos após este ponto e da perpetuidade da energia universal. Em certas versões desta lâmina, observam-se ainda estrelas brilhantes em volta da mulher, que aludem ao estado de iluminação e consciência superior da mulher.

Por fim, o Mundo remete a mais um ponto da Jornada do Louco, o Arcano X, ao apresentar as quarto figuras no cantos da lâmina, tal como na Roda da Fortuna. Estas criaturas (o leão, o touro, a águia e o anjo) representam os quatro signos fixos do Zodíaco – Leão, Touro, Aquário e Escorpião – que ultimamente simbolizam os 4 elementos, os 4 naipes do Tarot, os 4 pontos cardeais, as 4 estações e os 4 cantos do Universo. Estão todos orientados para o centro e ao alcance da figura que aí reside, pois o poder e o controlo sobre o Mundo está nas suas mãos. Ambos os arcanos (a Roda da Fortuna e o Mundo) apresentam estas quatro entidades, porque estão associadas à natureza cíclica do Cosmos, da evolução do tempo e da experiência humana – uma significância inerente a estas lâminas. De certa forma, a conjunção dos quarto elementos torna a figura humana central no elemento final: o espírito, a quintessência.

  • Realização;
  • Conclusão;
  • Sucesso;
  • Cumprimento;
  • Satisfação;
  • Integração;
  • Viagem.
  • Falta de conclusão, de realização;
  • Falta de encerramento.

v

Seleccione para significados específicos:

Como carta do dia!

O seu ponto forte (e a sua missão agora) é tomar lugar no centro do palco! Já tem as capacidades necessárias e a oportunidade para o seu grande plano já apareceu – agora só lhe falta tirar proveito da situação.

Como Prognóstico!

Torne-se consciente das suas próprias limitações e oportunidades. Só será realmente capaz de completar o ciclo, quando entender todos os aspectos do seu caminho e das suas habilidades.

Como análise amorosa!

A figura central do Mundo é, acima de tudo, consciente e sabedora. Para atingir o sucesso numa situação amorosa, tome primeiro consciência do seu próprio Ser no amor, e do compreenda o Ser do parceiro.

Como um evento!

Fique atento aos sinais do Universo – ao se tornar consciente das energias que o rodeiam, encontrará o seu lugar no Mundo. Assim, poderá encontrar o caminho e as ferramentas para alcançar finalmente o sucesso e a realização na sua vida.

Como aviso!

Não espere do Universo apenas aquilo que quer – pare para pensar no que o Universo lhe deu e no que lhe está a pedir para fazer. O sucesso depende tanto das condições como das suas acções.

Alexa

Sobre

Sou uma criatura muito dualista ao ver e saber o Mundo: adoro a arte da Ciência e o misticismo do Espiritualismo, porque acredito que o Universo é a fusão da matemática e da energia do ser. Absorvo tudo desde numerologia à astronomia, astrologia à biologia; mas acima de tudo, o Tarot consegue ser uma nova perspectiva única, bela e misteriosa onde se cruzam os dois mundos. É uma arte de conhecimento e magia capaz de mudar vidas...

2 comentários

  1. |

    GOSTO MUITO DO TAROT –É UM EXCELENTE ORÁCULO . TAMBÉM PRATICO , AS CARTAS SEDUZEM-ME

Deixar um comentário