O LOUCO, Arcano Maior 0 ou 22

A Lâmina

Chamam-lhe Louco (The Fool), Sonhador, Bobo ou Ego em vários e diferentes baralhos. a

O Louco é o Arcano 0 ou o Vigésimo Segundo Arcano Maior. Normalmente é considerado como a primeira carta do Tarot, no entanto, este é uma análise anómala pois deve ser considerado como “à parte”, já que representa o nosso Eu e o nosso progresso na vida.

Esta lâmina é difícil de ser interpretada tanto por iniciantes como por tarósofos e tarólogos, logo necessita de uma análise mais profunda.

O Louco é normalmente ilustrado como um ou uma jovem que está extrema e perigosamente (considerado por muitos, inocentemente) perto de um penhasco.

O Louco está a partir para uma jornada que o vai levar a experimentar uma série de atribulações e provações materiais e espirituais que sucedem à própria pessoa na sua experiência de vida. Pode ser comparado a um recém-nascido, a uma tela em branco nas mãos de um pintor. Ele não tem qualquer experiência ou expectativa, pois é tal e qual o número 0, tudo e nada ao mesmo tempo, uma infinidade de potencial.

Na sua jornada, encontrará vários protótipos que deverá aceitar como facetas de si mesmo e necessitará também de passar por várias fases na vida, como todos nós seres humanos (A Jornada do Louco).

A Manifestação

O Louco representa uma folha em branco. Ele não tem consciência do perigo, pois ainda não se encontrou nem teve experiência de nada. Ele não tem passado, ainda não aprendeu qualquer lição. Ele representa a energia na sua mais pura essência, uma extensão de Deus, ou Energia Mãe, ou do Todo. Não tem opinião nem julgamento porque não tem ego. A sua tarefa é tornar-se consciente, experienciar, obter um ego e finalmente livrar-se dele para de novo se tornar puro, mas com mais conhecimento.

O significado tradicional do Louco é extremamente literal, os cartomantes interpretam-no como inocência, impulsividade e em geral, más tomadas de decisão. Mais recentemente tem sido aclamado como um poderoso herói, aquele que é corajoso o suficiente para dar um passo em frente. No entanto, o seu significado é muito mais amplo.

As significâncias e simbologias

É importante entender que o Louco representa nada a não ser que esteja incluído num contexto, seja a situação actual ou dar sentido às outras cartas da tiragem.

Ele representa a total crença de que a vida é boa e merecedora da sua total confiança.

É rotulado de inocente por alguns, mas a sua inocência sustenta-o e traz-lhe alegria. Em leituras, o Louco pode representar um novo princípio, um novo caminho ou uma mudança de direcção que levará a um caminho de aventura, espanto, surpresa e crescimento pessoal.

Ele também remete para uma relembrança de manter a fé e confiar nas reacções naturais. Se o problema é uma decisão ou um momento de dúvida, o Louco avisa para autoconfiança independentemente da aparente loucura ou insensatez dos seus impulsos.

 

O pau ou varinha que carrega a pequena bagagem do Louco representa poder, inspiração e acção que para o Louco não representa nada mais que uma ferramenta útil.

Na sua bagagem estão todos os seus pertences, materiais e espirituais, que a este ponto não são muitos. Há quem considere que ele carrega consigo os restantes símbolos dos Arcanos Menores (copa ou taça, espada e uma moeda ou pentagrama.

Na sua mão direita tem uma rosa branca que representa inocência ou pureza, o que explica a natureza do Louco.

As montanhas distantes representam uma viagem mística, ou seja, referem-se à jornada do Louco. Pode-se analisar como o desejo do homem de ascender montanhas à procura de uma revelação, de uma epifania ou de uma comunicação directa da sua figura divina.

Seleccione para significados específicos:

Como carta do dia!

Não se deixe tomar um caminho diferente do pressuposto. É inútil preocupar-se com problemas ou eventos sobre os quais não tem qualquer controlo neste momento.

Como Prognóstico!

A satisfação dos seus desejos essenciais fá-lo-á, de uma maneira positiva, mais feliz e desprovido de desejos.

Como análise amorosa!

Dois “Loucos” apaixonados representam dois “nada” que se ligam para formar uma lemniscata – o oito horizontal que representa o infinito.

Como um evento!

Como o “Louco” é um privilégio não saber as respostas ao aprender coisas novas.

Como aviso!

Concentre-se no poder do agora!

  • Começos
  • Recomeços
  • Inocência
  • Espontaneidade
  • Um “espírito livre”
  • Aceitação da aparente insensatez
  • Autoconfiança
  • Ingenuidade
  • Tolice
  • Imprudência
  • Tomada de riscos desnecessários

a

Deixar um comentário